Vertigem – O que é, causas, sintomas e tratamentos

Problemas que prejudicam a orientação e equilíbrio são muito complicados. Principalmente porque atingem o mais frágil e importante sentido, a audição, sem o qual as pessoas ficam perdidas.

A vertigem atinge milhões de pessoas no mundo e precisa ser mais conhecida para que as pessoas evitem os seus riscos.

Nesse artigo todos os detalhes da vertigem são explicitados para que você esteja muito mais preparado para ela de agora em diante.

O que é vertigem?

Vertigem é uma sensação de tontura que pode ser causada por diversas razões.

Pode ser causada por um problema na via do ouvido, do nervo sensorial ou do cérebro.

Às vezes a vertigem é confundida com medo de altura, mas nada tem a ver. A vertigem pode ocorrer em qualquer época da vida, mais é mais comum entre pessoas com mais de 65 anos.

Quais as principais causas da vertigem?

As causas para a vertigem estão relacionadas a causas centrais ou periféricas.

As causas centrais estão relacionadas ao cérebro ou a medula espinhal, enquanto as causas periféricas estão mais relacionadas a problemas na orelha interna.

O ouvido interno pode se inflamar devido à doença, ou pequenos cristais ou pedras encontradas normalmente dentro da orelha interna podem se deslocar e causar irritação nas pequenas células ciliadas dentro dos canais semicirculares presentes no ouvido interno, levando à Vertigem.

Isso é a vertigem posicional paroxística benigna.

Quais os sintomas da vertigem?

Durante a vertigem, a pessoa tem a sensação de que o mundo, ou as pessoas estão girando mesmo sabendo que estão parados. Os principais sintomas dessa condição são:

Tontura;

Senso de enxaqueca;

Zumbido;

Sentimento de plenitude no ouvido;

Problemas de equilíbrio e tontura;

Náusea e vômito.

Quais os melhores tratamentos para a vertigem?

A escolha do tratamento vai depender de alguns fatores, mas o mais importante é a causa da vertigem.

Se a vertigem for causada por algum tipo de infecção ou até mesmo for causada por uma inflamação, o tratamento consiste na utilização de esteroides ou antibióticos para curar a inflamação e reduzir o inchaço.

No caso de a causa ser a doença de Meniere, certos diuréticos chamados pílulas de água são utilizadas para diminuir a pressão do acúmulo de fluído.

Até a cirurgia pode ser indicada no tratamento da vertigem, principalmente se a causa principal dessa grave e perigosa vertigem for um problema subjacente de mais gravidade, como por exemplo, uma lesão ou até mesmo um tumor no cérebro ou no pescoço.

Se o problema causador for tratado, a vertigem que nesses casos é apenas uma consequência será tratada junto.