Fatores de Risco e Sintomas da Trombose

A trombose, que também pode ser chamada de tromboflebite profunda, ou flebite. É uma doença provocada pela coagulação irregular do sangue, ou formação de trombo, dentro das veias que levam o sangue de volta para o coração, num momento errado, ocasionando uma inflamação que pode causar uma obstrução total ou parcial da veia.

A trombose pode causar amputações ou até mesmo a morte, sendo um quadro muito grave e que deve ser prevenido.

Nesse artigo iremos explicar quais são os principais fatores de risco e os principais sintomas da trombose, para que você possa procurar o atendimento de emergência a tempo de evitar um quadro mais grave.

Conhecer bem o problema pode salvar a sua vida.

Fatores de Risco da Trombose

Conhecer os fatores de risco mais importantes da trombose pode deixar a pessoa mais prevenida e preparada para uma eventual ocorrência, assim como pode aumentar as chances de evitar a trombose, pois pode possibilitar a tentativa de reversão desses fatores quando possível.

Os principais fatores de risco da trombose são:

Fatores hereditários

Existem famílias que têm em seu sangue um desequilíbrio que facilita a coagulação, chamado hiper coagulabilidade.

Sozinho esse fator de risco não é um grande perigo, mas se este for somado a outros pode sim incentivar a ocorrência de trombose.

Prostração

Passar dias a fio deitado, como ocorre em internações a longo prazo, complica bastante a circulação e pode provocar a trombose, pois ficar muito tempo em prostração incentiva a formação de coágulos.

Ficar sentado

Da mesma forma que ficar tempo demais deitado faz muito mal, ficar muito tempo sentado também é um risco, pois a prostração também se configura neste caso.

Trabalhar no computador horas ininterruptas, viajar de avião ou dirigindo por longas distâncias não é recomendável, principalmente para quem tem outros fatores de risco.

Cirurgias

As cirurgias podem dificultar a circulação, necessitando de um cuidado especial da equipe médica.

Gravidez

A gravidez aumenta a pressão exercida sobre as veias da pélvis e das pernas, porém isso só é algo grave se a gestante já tem alguma predisposição genética para desenvolver coágulos.

As grávidas devem se informar sobre isso com o seu obstetra.

Situações que Deve estar Atento

  • Existem ainda outros fatores menos importantes, como:
  • Câncer e tratamentos que aumentam a coagulação;
  • Infecções gastrointestinais;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Pílulas anticoncepcionais;
  • Tabagismo;
  • Marca passo;
  • Glóbulos sanguíneos em excesso;
  • Ter mais de 60 anos.

Sintomas da Trombose

Os sintomas demonstram que a trombose já está ocorrendo ou prestes a ocorrer.

Se a pessoa tiver mais de um fator de risco citado acima e sentir algum sintoma, deve procurar imediatamente o médico.

Os principais sintomas são:

Dor nas pernas, principalmente nas panturrilhas, podendo chegar até o pé e o tornozelo;

Edema (inchaço) na perna afetada;

Sensação de queimação na região afetada;

Mudanças na cor da pele da região afetada pela doença, que começa a ficar vermelha ou azul.

Partilhar o Artigo :)

Fatores de Risco e Sintomas da Trombose